Crise interna no Barcelona pode acabar na saída ‘de graça’ de Messi

Barcelona atravessa rara crise interna que, pela primeira vez em mais de uma década, ameaça a continuidade do seu principal craque, o argentino Lionel Messi, na equipe catalã. O dono de seis prêmios de melhor do mundo já estava insatisfeito com os resultados das últimas temporadas, mas ficou ainda mais irritado com declarações recentes do francês Eric Abidal, ex-jogador e agora diretor do Barça. Messi, então, resolveu tirar satisfações de forma pública.

Tabela completa de jogos do Campeonato Espanhol 2019/20

Abidal, em entrevista ao jornal catalão Sport, culpou os jogadores pela demissão do técnico Ernesto Valverde. “Muitos jogadores não estavam satisfeitos e não estavam trabalhando muito. Também havia um problema de comunicação interna. A relação técnico-vestiário sempre foi boa, mas, como ex-jogador, posso sentir as coisas. Comuniquei ao clube e a decisão foi tomada”, revelou.

Messi ficou enfurecido com a declaração do diretor e, como não está acostumado a fazer, usou suas redes sociais na última terça-feira para cobrar explicações e nomes.

“Honestamente, não gosto dessas coisas, mas acho que todos devem ser responsáveis por seus atos e decisões. Os jogadores são responsáveis pelo que acontece em campo e somos os primeiros a reconhecer que não fomos bem. Os diretores deveriam assumir também a responsabilidade pelas decisões que tomam. Por fim, acho que quando se fala dos jogadores, nomes devem ser ditos, senão todos nós seremos difamados e isso alimenta comentários falsos”, disparou em seu Instagram.

 

Leave a comment

Deixe uma resposta