Preso estagiário da Eletrobras suspeito de cobrar R$ 500 para dar fim em processos de clientes no AM

O estagiário Carlos Allan Amorim de Carvalho, 21, foi preso nesta segunda-feira (12) suspeito de cobrar R$ 500,00 para sumir com processos da Eletrobras Distribuição Amazonas envolvendo consumidores que teriam sido flagrados cometendo irregularidades.

O suspeito era estagiário do setor de combate a fraudes. Ele confessou o crime em depoimento. Amorim entrava em contato com os clientes que possuíam processos administrativos por meio de mensagens no celular.

A prisão ocorreu após um cliente denunciar a tentativa de extorsão para a polícia. O suspeito foi encaminhado para a Delegacia Especializada em Combate a Furtos de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS).

A Eletrobras informou que ele foi desligado da concessionária.