Homem é preso suspeito de estuprar menina de 11 anos que desapareceu após sair de escola, no AM

AMAZONAS Um homem de 22 anos foi preso suspeito de ter estuprado uma menina de 11 anos, no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. A jovem estava desaparecida desde a manhã de terça-feira (21), quando saiu da escola que estudava, com o suspeito. Segundo a polícia, ela foi encontrada na tarde de quarta-feira (22).

De acordo com a delegada titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), Joyce Coelho, as investigações iniciaram após a mãe da estudante registrar um Boletim de Ocorrência (BO) sobre o desaparecimento da filha.

Os familiares da criança não tinham notícias sobre ela desde que tinha saído da escola em que estuda, no bairro Cidade Nova, por volta de 11h30.

A equipe de investigação da Depca então checou imagens de câmeras de segurança das proximidades da escola em que a menina estuda. As imagens mostraram vítima saindo da escola acompanhada de um homem.

“Eles se conheceram por um aplicativo, em janeiro. Desde lá, eles conversavam. Ele mora com o pai, que viajou, e levou a estudante para casa dele, onde o crime aconteceu. Ele sabia que ela era uma criança de 11 anos. É um adulto que sabia o que fez”, disse a delegada.

Ainda conforme a delegada Joyce Coelho, os celulares da vítima e do suspeito estavam desligados. Ao ligarem os respectivos aparelhos, viram que a criança estava sendo procurada.

“Um dia depois, ele a deixou perto de um terminal de ônibus. O pai da estudante espalhava cartazes do desaparecimento dela quando a viu. Em seguida, ela veio para a delegacia e contou o que havia acontecido”, explicou Coelho.

O homem foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável. Após os procedimentos cabíveis na delegacia, ele deve ser encaminhado para uma audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch Reis.