Operação em Humaitá prende pai e filhos fortemente armados e suspeitos de vários crimes

Nesta terça-feira (10/12), uma ação integrada da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) com apoio das Polícias Civil e Militar resultou na prisão de três homens suspeitos de vários crimes, incluindo ameaça, grilagem de terra e homicídios no município de Humaitá (a 590 quilômetros de Manaus). Com o trio, os policiais encontraram sete armas de fogo, incluindo três de grosso calibre.

Foram presos Geracindo Martins Fagundes, de 58 anos, André Pereira Fagundes, 34, e Adriano Pereira Fagundes, 33, este último com mandado de prisão em aberto no Mato Grosso. A ação começou nas primeiras horas desta terça-feira, com policiais saindo de Manaus para apurar uma denúncia recebida pela Secretaria de Segurança.

As informações apontavam para uma série de crimes cometidos por um grupo de pessoas, incluindo ameaça, homicídio e grilagem. De acordo com a denúncia, o grupo chegava aos locais e expulsava os proprietários, sob pena de serem mortos em caso de recusa. As investigações apontavam para uma família, com atuação do pai e dois filhos, que moravam no Distrito de Realidade.

De acordo com os policiais, um dos alvos foi abordado na rua e flagrado com uma arma na cintura. Ele informou que na casa do pai e do irmão havia mais armas e munições, o que foi confirmado pela equipe policial.

O pai e os dois filhos serão indiciados por associação criminosa, porte ilegal de arma de uso restrito e por homicídios no Distrito de Realidade.

Material apreendido – Além das três prisões, a ação policial resultou na apreensão de três espingardas, sendo duas de calibre 22 e uma de calibre 20, três revólveres, sendo dois de calibre 32 e um de calibre 38, e uma pistola 22, todas com numeração suprimida.

Também foram apreendidos 18 tubos de pólvora para fabricar munições e 90 munições de diversos calibres, além de R$ 1.292 em espécie e três telefones celulares.

Participaram da ação policiais da Delegacia Especializada de Polícia e do 4º Batalhão da Polícia Militar de Humaitá.

FOTO: Divulgação/SSP-AM