PF encontra em bunker 51 milhões, que supostamente pertence a Geddel.

Policia federal encontra em um apartamento que teria sido cedido ao Ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), para guardar os pertences de seu pai já falecido localizado no bairro da Graça no estado da Bahia, a Policia Federal em busca pelo Apartamento encontrou um bunker, com varias malas cheias de dinheiro que foram apreendidas e contabilizam cerca de 51 milhões, o local fica um quilômetro da casa onde Geddel cumpri prisão domiciliar, pelo crime de tentativa de obstrução da Justiça.  

[media_image image=”{‹²›attachment_id‹²›:‹²›2049‹²›,‹²›url‹²›:‹²›//amazonassemcensura.com.br/wp-content/uploads/2017/09/xgeddel.jpg.pagespeed.ic_.y9yB7LrQKe.jpg‹²›}” width=”300″ height=”200″ link=”” target=”_self” _array_keys=”{‹²›image‹²›:‹²›image‹²›}” _fw_coder=”aggressive” __fw_editor_shortcodes_id=”bcd359c6e62a6f2e1d81729c1a0065aa”][/media_image][media_video url=”https://youtu.be/IK0giThaK-g” width=”300″ height=”200″ _fw_coder=”aggressive” __fw_editor_shortcodes_id=”077e2ddc18c26c7c5a3aa340a48c9de7″][/media_video]Segundo a PF é a maior apreensão feita pela instituição, a ação de busca e apreensão, chamada de Tesouro Perdido, é um desdobramento das investigações sobre fraudes na liberação de créditos da Caixa Econômica Federal, a operação Cui Bono. Geddel foi vice-presidente de Pessoa Jurídica do banco entre 2011 e 2013, durante o governo de Dilma Rousseff. No governo Temer, ele foi ministro da Secretaria de Governo.

O valor recuperado na operação daria para pagar 54 mil vezes o salário mínimo brasileiro, comprar 1.458 carros populares, a contagem das notas demorou cerca de 14 horas e 7 maquinas para contagem de dinheiro.

Fonte: Policia Federal, Estadão.

Foto: Reprodução.

Leave a comment

Deixe uma resposta