Barco levará atendimento médico para comunidades indígenas

O projeto “Barco da Saúde” dará início à expedição para o tratamento médico das comunidades indígenas dia 18 junho, na região do Auto Altazes.

O objetivo é levar atendimento médico para cerca de 700 pessoas – entre crianças, adultos e idoso-, de quatro comunidades. Os atendimentos odontológicos serão realizados dentro do barco, que possui um consultório equipado e os atendimentos médicos nos equipamentos sociais disponíveis nas comunidades.

A programação também conta com palestras e ações coletivas de educação em saúde, e vai abordar temas como saúde bucal, drogas, prevenção e DST’s, entre outros.

A equipe responsável por atender a população dessa região é composta por cinco médicos, três dentistas, 10 alunos de Medicina e dois alunos de Odontologia, todos da Faculdade São Leopoldo Mandic, de Campinas (SP). Também fazem parte da expedição cinco tripulantes, um fotógrafo e um representante da ONG Renovatio.

“Essa será uma experiência que, além de ajudar e contribuir com as pessoas das comunidades locais, levando um pouco de atenção e esperança, irá mudar também a vida de todos nós participantes. É uma oportunidade para reforçarmos ainda mais aos nossos alunos, que todos somos iguais e merecemos os mesmos cuidados e atendimentos. Nós podemos fazer a diferença e queremos transformar a realidade das pessoas”, afirma Dra. Fabiana Succi, Coordenadora Adjunta do curso de Medicina da Faculdade São Leopoldo Mandic.