Comerciante é morto com 10 tiros na Zona Oeste de Manaus

O comerciante Paulo André, 28, foi assassinado a tiros no bairro Vila da prata, nesta terça-feira (20) por volta das 23h30, na Zona Oeste de Manaus. Segundo testemunhas, dois suspeitos fugiram em um veículo.

De acordo com informações repassadas por familiares, Paulo estava na frente do comércio dele conversando com o tio, quando dois homens chegaram a pé e atiraram. Dez tiros atingiram a vítima.

“Eu só tive tempo de sair de perto, entrar na minha casa e trancar a porta. Não deu nem tempo de ver nada”, disse o tio Francisco Pereira, de 41 anos.

Segundo moradores da área, a dupla teria chegado em um carro preto. A marca e a placa não foram identificadas. Eles estacionaram próximo a vítima e se aproximaram andando com as armas em punho. Após efetuar os disparos, os suspeitos fugiram e ainda não foram presos e nem identificados.

Os tiros atingiram a cabeça e o peito do comerciante. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu em via pública, em frente ao comércio.

“Ele tinha o comércio dele, vendia bebidas. Não me falou se estava sendo ameaçado. Ele era muito tranquilo, não mexia com ninguém, era um rapaz bom”, disse o tio dele.

A notícia da execução chocou a família e os vizinhos de Paulo. “Ouvimos muitos tiros, muitos. Ninguém acreditou quando soube o que aconteceu. Todo mundo saiu de casa para ver o que aconteceu. Ele não mexia com ninguém, era amigo de todo mundo, falava com os vizinhos”, afirmou um morador que não quis informar o nome.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), na Zona Norte da cidade. O caso deve ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).