Amazonas recebe carregamento recorde de insumos e respiradores do Ministério da Saúde

O Amazonas recebeu, entre a última quinta (30/04) e esta sexta-feira (01/05), um carregamento recorde de insumos e equipamentos enviados pelo Ministério da Saúde (MS) para apoiar as ações de combate ao novo coronavírus no estado.

A carga inclui mais de 244 mil unidades de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), 25 respiradores do tipo invasivo, usados em leitos de UTI, e 20 respiradores de transporte, destinados a cuidados intermediários e transferências hospitalares.

Para a secretária de Saúde, Simone Papaiz, o material enviado pelo Governo Federal é um importante apoio ao trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Governo do Amazonas na assistência e na ampliação de leitos.

Ela também explicou como será feita a distribuição dos materiais às unidades da rede estadual de saúde. “Os EPIs são enviados pela Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) periodicamente às unidades, que distribuem aos profissionais e assim, vai acontecer com esses que chegaram. Já os respiradores vão passar por calibragem e, em seguida, serão enviados aos hospitais”.

O lote de EPIs recebido inclui frascos de álcool em gel 70%, aventais e toucas descartáveis, aventais impermeáveis, máscaras de proteção respiratória PFF2 e máscaras cirúrgicas.

O secretário executivo adjunto de Atenção Especializada ao Interior, Cássio do Espírito Santo, destacou que o suporte do Ministério da Saúde tem sido essencial para o enfrentamento à pandemia no Amazonas.

“É muito importante falar dessa parceria com o Ministério da Saúde, que nos ajudou neste momento de grande dificuldade e assim, com parceria e sinergia, conseguimos prestar um serviço melhor para a população”, disse.

Fluxo de distribuição – De acordo com o coordenador da Central de Medicamentos do Amazonas (Cema), Rafael Poloni, a central trabalha de domingo a domingo para garantir o abastecimento das unidades de saúde com os insumos enviados pelo Governo Federal, além daqueles adquiridos com recursos do Governo do Estado.

“O Ministério da Saúde tem enviado frequentemente insumos, principalmente, Equipamentos de Proteção Individual, além da cloroquina, o medicamento que está sendo utilizado no enfrentamento da Covid-19. A entrega é feita, é conferido item a item, eles entram no sistema e, a partir do momento dos pedidos das unidades, a Cema distribui esses itens”, explicou o coordenador da Cema.

Segundo Poloni, a Central de Medicamentos também produz relatórios diários para o Governo do Estado e órgãos de controle sobre tudo o que entra e sai dos galpões, inclusive as doações feitas pela iniciativa privada.

“Recebemos, por exemplo, doação de várias entidades, tanto públicas quanto privadas. Todos esses doadores têm acesso aos relatórios. É só solicitar da Cema que nós prontamente emitimos relatório com data, local, quantitativo para onde foi, assim como assinatura do responsável pelo recebimento na unidade de saúde”, informou.

Doação – Nesta sexta-feira (01/05), a Cema também recebeu 664 pares de botas de PVC doados pela Yamaha Motor da Amazônia, empresa do polo de duas rodas instalada no Distrito Industrial. O material será destinado aos profissionais que atuam no Hospital de Combate ao Covid-19, na Nilton Lins.

Fotos: Arthur Castro e Rell Santos / Secom