Condenado a 18 anos por matar companheira é preso em Manaus

AMAZONAS Um homem de 43 anos foi preso na quarta-feira (5), no bairro Monte Pascoal, Zona Norte de Manaus, em razão da sentença condenatória por homicídio duplamente qualificado no ano de 2009. Segundo a Polícia Civil, a vítima era a companheira do homem, uma empregada doméstica de 35 anos.

De acordo com o delegado Antônio Rondon Júnior, titular do 11º Distrito Integrado de Polícia (DIP), o crime ocorreu no dia 16 de agosto de 2009, na rua Dez de Junho, na Comunidade Valparaíso, bairro Cidade de Deus, Zona Norte de Manaus. A vítima foi morta a facadas.

“O homem desferiu 17 golpes de faca na vítima, que ocasionaram o óbito dela. O casal estava junto há dez anos e tinha três filhos em comum, além de outros cinco, do primeiro casamento de Léa. Na época em que o homicídio aconteceu, a vítima havia descoberto que o companheiro estaria mantendo relações homoafetivas e pediu a separação do companheiro, mas ele não aceitou”, explicou o delegado.

O delegado informou que o suspeito, inconformado com o pedido de separação da companheira, montou uma emboscada para matar a vítima. Após uma discussão, ele desferiu os golpes de faca na presença dos filhos do casal. Segundo o titular, atualmente Cleuto estava morando na casa da mãe e não mantinha contato com os filhos, que estão sob os cuidados da avó materna.

O homem foi condenado a 18 anos de reclusão em regime fechado, por homicídio duplamente qualificado. Ele será levado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.