CONVENÇÃO DE EDUARDO BRAGA É MARCADA POR VIOLÊNCIA CONTRA JORNALISTAS

Nesta sexta-feira (16) a diretoria do Sindicato do Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas – SJP/AM, publicou uma nota de repúdio sobre o caso da agressão contra a repórter Laila Pereira, da Rede Amazônica (Rede Globo), e ao repórter cinematográfico, Walfran Leão, da TV Em Tempo (SBT), durante a Convenção Partidária das Agremiações PMDB/PR do Eduardo Braga, na capital do Estado.

“O SJPAM considera o episódio um atentado praticado contra o exercício da profissão, na medida em que os profissionais se encontravam em plena atividade de trabalho, bem como condena toda a tentativa de intimidação e repressão à liberdade de imprensa e expressão, direitos consagrados pela Constituição do país. Os organizadores do evento partidário devem explicações sobre os fatos diante das agressões físicas em que foram vítimas os jornalistas” escreveu em nota, a diretoria do SJPAM

“Por fim, o SJPAM solidariza-se com os profissionais Laila Pereira e Walfran Leão, diante das agressões sofridas, colocando-se a disposição de ambos para encaminhar as medidas judiciais que se fizerem necessárias” concluiu.

Leave a comment

Deixe uma resposta