Estudantes devem ficar atentos às datas do Enem, orienta Secretaria de Educação

Mesmo diante da pandemia do novo coronavírus, o Ministério da Educação (MEC) permanece com o calendário para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio em novembro. Com isso, a Secretaria de Estado de Educação e Desporto orienta que os estudantes do Ensino Médio se mantenham atentos ao calendário de atividades do exame para não perder as datas.

Os alunos interessados em solicitar a isenção do pagamento da taxa de inscrição do Enem têm até o dia 17 de abril para realizá-la, por meio da Página do Participante, no endereço: https://bit.ly/2V6ngQB.

 

No mesmo prazo, poderão ser realizadas as justificativas de ausência dos participantes inscritos que faltaram ao exame, em 2019, e desejam ter isenção novamente este ano. A divulgação dos pedidos deve ser publicada no próximo dia 24 de abril.

 

Vale enfatizar que esses procedimentos não garantem a inscrição no Enem. Todos os interessados em realizar essa edição do exame, inclusive os que tiverem as solicitações aprovadas, deverão fazer a inscrição de 11 a 22 de maio, na Página do Participante.

 

Para o secretário executivo adjunto pedagógico da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, Raimundo Barradas, é importante que os alunos sigam as orientações, mesmo que o cenário nacional indique uma necessidade de mudança posteriormente. “Nossos alunos devem permanecer atentos aos prazos. O MEC decidiu manter as datas, embora não haja uma definição sobre o que deve acontecer nos próximos meses. Então, para garantir a inscrição, é importante acompanhar os prazos”, destacou.

 

A coordenadora do Ensino Médio da secretaria, Lucia Andrade, explica que, no Amazonas, até agora a prova será aplicada na versão impressa. “Aqui, no estado, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) não disponibiliza inscrições digitais como em outros locais e, por isso, teremos inscrições no Enem impresso”, finalizou.

 

As provas para o Enem acontecem nos dias e 1º e 8 de novembro.

 

Critérios – Podem solicitar a isenção da taxa quem cursa a última série do Ensino Médio em 2020, em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar; tenha cursado todo o Ensino Médio em escolas públicas ou como bolsista integral na rede privada e tenha renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio; e quem declare estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica por ser membro de família de baixa renda inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), que requer renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos

*Assessoria

Leave a comment

Deixe uma resposta